Google+ Followers

sábado, 26 de dezembro de 2009

Inesquecivel Luciano Pavarotti

Zucchero & Pavarotti "Miserere"



Tradução
Miserere, miserere,
Miserere, misero sou,
Porém brindo à vida!

Mas que mistério, é a minha vida,
Que mistério!
Sou um pecador do ano de
Oitenta mil
Um enganador
Mas onde estou e o que faço,
Como vivo?
Vivo na alma do mundo
Perdido vivendo intensamente!

Miserere misero sou,
Porém brindo a vida!

Eu sou o santo que te traiu
Quando estavas só
E vivo displicente e observo o mundo
La do céu,
E vejo mares e florestas,
Vejo a mim mesmo que....
Vivo na alma do mundo
Perdido vivendo intensamente!

Miserere misero sou,
Porém brindo a vida!

Se houver uma noite escura o suficiente
Para esconder-me, esconda-me
Se houver uma luz, uma esperança,
Sol magnífico que resplandece dentro de mim
De-me a graça da vida
Que ainda não tenho!
Miserere, miserere,
Aquela dádiva da vida que talvez
Ainda não tenha